FITOTERAPIA

Extrato de semente de abacate possui composto anti-inflamatório

Um extrato feito a partir da semente de abacate apresentou propriedades anti-inflamatórias surpreendentes, representando uma fonte potencial para novos compostos anti-inflamatórios que poderiam ser desenvolvidos como um ingrediente alimentar funcional ou nutracêutico.

Extrato de semente de abacate possui composto anti-inflamatório

A descoberta foi feita por acaso, ao longo de um trabalho de uma década em que os pesquisadores desenvolviam uma técnica para aproveitar a semente de abacate extraindo compostos que pudessem ser usados como corante alimentar.

A descoberta do efeito anti-inflamatório natural pode ser importante porque o cancro, as doenças cardiovasculares, a artrite, a colite e muitas outras doenças mais graves estão associadas à inflamação crónica.

Para determinar as propriedades anti-inflamatórias do extrato de semente de abacate - da espécie Haas, também conhecido como avocado -, os pesquisadores utilizaram modelos de cultura de células e enzimas que são importantes na resposta imune a doenças inflamatórias.

Células imunológicas, chamadas macrófagos, foram cultivadas em placas de petri e ativadas com estímulos pró-inflamatórios na presença ou ausência do extrato de semente de abacate. Os pesquisadores mediram a produção de importantes mediadores pró-inflamatórios e vias de sinalização nas células após o tratamento com o extrato.

“O nível de atividade que vemos a partir do extrato é muito bom. Nós observámos a atividade inibitória em concentrações na faixa baixa de microgramas por mililitro, o que é uma quantidade de atividade que justifica novos estudo”, disse o professor Joshua Lambert, da Universidade do Estado da Pensilvânia, nos Estados Unidos.

Além disso, Lambert acredita que o estudo estabelece as bases para mais pesquisas ao fornecer evidências de que podem existir outros compostos bioativos nas sementes de abacate.

“O próximo passo, antes de podermos tirar conclusões adicionais sobre a atividade anti-inflamatória deste extrato de semente de abacate, será desenhar estudos de modelos animais.

Por exemplo, podemos observar um modelo de ratinho de colite ulcerosa onde formulamos o extrato de semente dentro da dieta dos animais e observamos se este é capaz de reduzir a inflamação”, concluiu.

Fonte: Diário da Saúde

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS