ALZHEIMER

Perda auditiva associada a declínio subjetivo da função cognitiva

Nos homens idosos, a perda auditiva está associada ao declínio da função cognitiva subjetiva (FCS), de acordo com um estudo publicado na revista Alzheimers & Dementia.

Perda auditiva associada a declínio subjetivo da função cognitiva

Investigadores norte-americanos conduziram um estudo longitudinal entre 2008 a 2016 envolvendo 10 107 homens com 62 anos ou mais de idade que relataram o seu estado auditivo em 2006 e não tinham problemas cognitivos subjetivos em 2008. Um questionário de seis itens foi usado para avaliar a mudança nos scores da FCS.

Os pesquisadores descobriram que a perda auditiva está correlacionada com um aumento do risco de declínio na FCS. Entre os homens com perda auditiva leve, moderada e grave (sem prótese auditiva), em comparação com aqueles sem perda auditiva, o risco relativo ajustado multivariável de declínio da FCS incidente foi de 1,30, 1,42 e 1,54, respetivamente.

O risco relativo ajustado multivariável para homens com perda auditiva grave que usaram próteses auditivas foi de 1,37.

Estas descobertas mostram que a perda auditiva está associada ao novo surgimento de preocupações cognitivas subjetivas, o que pode ser indicativo de mudanças precoces na cognição, disseram os autores.

Fonte: Boa Saúde

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS