AMBIENTE

Indústria Agro-Alimentar contribui para uso eficiente do plástico

A Federação das Indústrias Portuguesas Agro-Alimentares (FIPA) assinou um acordo com a Agência Portuguesa do Ambiente (APA) para definir medidas relacionadas com a economia circular no ramo alimentar e de bebidas, noticia o Jornal Económico.

Indústria Agro-Alimentar contribui para uso eficiente do plástico

O compromisso assinado entre a FIPA e a APA estabelece que todas as empresas do ramo alimentar e das bebidas associadas façam um uso mais eficiente do plástico.

A parceria visa a cooperação e colaboração na promoção do uso responsável deste material e na definição de medidas concretas, tendo sido assinada à margem da conferência “Live(ing) with less plastic”, que se realizou na passada sexta-feira, em Lisboa.

A Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição (APED) já se tinha juntado a esta iniciativa de economia circular.

Até 2030, todas as embalagens de plástico no mercado europeu devem ser facilmente recicláveis ou reutilizáveis e, em Portugal, a ‘guerra’ contra este material vai ter implicações ainda mais cedo.

A federação garante que “procurará, assim, promover a adesão a este acordo de empresas do setor da indústria alimentar e das bebidas, suas associadas, que se comprometam com a adoção de medidas necessárias para alcançar estes objetivos”.

O presidente da FIPA afirma que os seus associados estão “comprometidos com este objetivo”.

“Há um caminho claro no sentido de assegurar que, até 2030, todas as embalagens de plástico colocadas no mercado da União Europeia sejam facilmente recicláveis ou reutilizáveis.

Sabemos que há trabalho a fazer e queremos ter um papel ativo nesta mudança”, concluiu Jorge Tomás Henriques.

Fonte: Jornal Económico

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS