CARDIOLOGIA

Maior consumo fritos pode aumentar risco de doenças cardíacas

Comer alimentos fritos pode aumentar o risco de doenças cardíacas e morte em mulheres com mais de 50 anos. Cientistas internacionais usaram dados de saúde e dietéticos relativos a 106 966 mulheres pós-menopáusicas inscritas num grande estudo de saúde entre 1993 e 1998, e acompanharam a sua saúde até o início de 2017.

Maior consumo fritos pode aumentar risco de doenças cardíacas

Os dados apurados mostraram que, em comparação com as mulheres que não comiam frango frito, por exemplo, as que comiam este alimento uma vez por semana ou mais tinham um aumento de 12 por cento no risco de morte prematura por qualquer causa e 11 por cento maior risco de morte por doença cardiovascular.

As mulheres que comeram peixe frito muitas vezes tinham um aumento de sete por cento no risco de mortalidade e um acréscimo de 12 por cento no risco de morte cardiovascular, em comparação com aqueles que não comiam nenhum.

O estudo, publicado no BMJ, foi controlado por idade, raça, educação e muitas características de dieta, saúde e comportamento.

Fonte: Boa Saúde

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS