MEDICAMENTO

Inspeções para detetar eventuais falhas de medicamentos

A Autoridade Nacional do Medicamento – Infarmed anunciou que vai intensificar as ações de inspeção para detetar eventuais falhas de medicamentos, depois de no ano passado ter realizado quase 400 inspeções a farmácias e distribuidores.

Inspeções para detetar eventuais falhas de medicamentos

Em comunicado, o Infarmed adianta que nas inspeções realizadas em 2018 foram identificadas algumas “questões relacionadas com faltas de medicamentos”, mas “nenhuma situação que justificasse uma intervenção”.

Este anúncio de intensificação de ações inspetivas surge depois de queixas do setor das farmácias sobre falhas no abastecimento de medicamentos.

Apesar de indicar que as inspeções realizadas não detetaram qualquer questão que justificasse uma intervenção, o Infarmed decidiu avançar com “um programa inspetivo” que incide sobretudo “em questões relacionadas com a disponibilidade de medicamentos”, sendo as ações dirigidas a distribuidores, farmácias e titulares dos medicamentos.

Segundo a Autoridade, as inspeções devem averiguar “práticas relativas às obrigações dos vários intervenientes” no circuito do medicamento.

Paralelamente, o Infarmed indica que pretende avançar com outras medidas de “promoção ao acesso a medicamentos”, como a clarificação de funções e responsabilidades dos vários intervenientes.

O setor das farmácias indicou já que foram reportadas 64 milhões de embalagens de medicamentos em falta nas farmácias só no ano passado.

Fonte: press release

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS