ANTIDEPRESSIVO

Antidepressivos podem aumentar risco de fratura do quadril em idosos

Os idosos que tomam antidepressivos apresentam mais fraturas do quadril do que os que não utilizam essa classe de medicamentos, tanto antes, como depois do início da terapia, de acordo com um estudo publicado na revista JAMA Psychiatry.

Antidepressivos podem aumentar risco de fratura do quadril em idosos

Investigadores suecos examinaram a correlação entre o tratamento com antidepressivos e fraturas do quadril, começando um ano antes do início do tratamento, num estudo de coorte nacional.

Um total de 204 072 pessoas com 65 anos ou mais que tiveram prescrição de antidepressivos entre 1 de julho de 2006 e 31 de dezembro de 2011, foram combinados com controlos na proporção de um para um com indivíduos que não receberam prescrição de antidepressivos.

Os pesquisadores descobriram que, no ano anterior e no ano após o início da terapia, os utilizadores de antidepressivos tiveram mais do dobro de fraturas do quadril, quando comparado com os não utilizadores (2,8 por cento versus 1,1 por cento e 3,5 por cento versus 1,3 por cento, respetivamente).

O estudo concluiu que, entre a maioria dos adultos mais velhos, o número de depressões não tratadas provavelmente supera os riscos potenciais associados ao uso de antidepressivos, incluindo quedas ou fraturas.

Fonte: Boa Saúde

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS