SANGUE

Leucemia promove envelhecimento prematuro

A leucemia promove o envelhecimento prematuro em células saudáveis ​​da medula óssea, de acordo com uma nova pesquisa realizada pela Universidade de East Anglia, no Reino Unido.

Leucemia promove envelhecimento prematuro

Publicadas na revista Blood, as descobertas mostraram que células sadias da medula óssea foram prematuramente envelhecidas pelas células cancerígenas ao redor delas. Apesar de se saber que o envelhecimento promove o desenvolvimento do cancro, esta foi a primeira vez que se provou que o contrário também é verdadeiro.

O estudo também identificou o mecanismo pelo qual esse processo de envelhecimento prematuro ocorre na medula óssea de pacientes com leucemia e destaca o impacto potencial que isso poderia ter em tratamentos futuros.

A NOX2, uma enzima geralmente envolvida na resposta do organismo à infeção, foi encontrada nas células da leucemia mieloide aguda e foi considerada a responsável pela criação das condições de envelhecimento.

A equipa de pesquisa estabeleceu que a enzima NOX2 gera um superóxido que impulsiona o processo de envelhecimento. Ao inibir a enzima, os investigadores verificaram que se deu uma redução nas células não malignas vizinhas envelhecidas, resultando num crescimento mais lento da doença.

Fonte: Eurekalert

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS