HOSPITAL

Curry Cabral tem nova unidade de radiologia com “equipamento único”

O hospital Curry Cabral, em Lisboa, inaugurou esta semana uma unidade de radiologia de intervenção que tem “um equipamento único na Europa”, que permite enquadrar a TAC com a angiografia e realizar medicina de precisão.

Curry Cabral tem nova unidade de radiologia com “equipamento único”

De acordo com a presidente do Centro Hospitalar de Lisboa Central, que integra o Curry Cabral, a nova unidade tem salas com equipamento híbrido de angiografia por tomografia computorizada, o que permite procedimentos de radiologia de intervenção vascular e oncológica guiados por imagem em três e quatro dimensões.

Durante a inauguração, onde esteve presente a ministra da Saúde, Marta Temido, a coordenadora da unidade de radiologia de intervenção, Élia Coimbra, explicou aos jornalistas que o equipamento em causa é “único na Europa” e que permite realizar medicina de precisão.

O novo equipamento, comprado com verbas do fundo europeu Portugal 2020, integram-se no investimento do Centro Hospitalar Lisboa Central em equipamentos que, nos últimos dois a três anos, “começou a repor vários anos de descapitalização”.

Segundo a presidente da administração, Ana Escoval, os 300 novos equipamentos que chegaram ao Centro Hospitalar nos últimos dois ou três anos estão ainda aquém de todas as necessidades.

“Não podemos desinvestir durante vários anos e acreditar que depois é estalar os dedos e volta a acontecer”, afirmou Ana Escoval em declarações aos jornalistas, lembrando que a falta de investimento em equipamentos ocorreu devido à crise económico financeira, mas também porque iria haver o novo hospital Oriental de Lisboa.

A presidente do Centro Hospitalar, que terminou o mandato à frente dos seis hospitais deste centro, mas que continua em funções, apelou a que “o esforço de renovação” de equipamentos continue.

Antes mesmo da inauguração da nova unidade, o Centro Hospitalar homenageou o médico cirurgião Eduardo Barroso, dando o seu nome ao centro hepato-bilio-pancretático e de transplantação.

Eduardo Barroso manifestou-se lisonjeado com a homenagem, que considerou “um bocadinho exagerada”.

O cirurgião destacou que esse serviço do Curry Cabral, que integrou até final de outubro, é “o único do país inteiro com um quadro multidisciplinar na sua origem”.

No seu discurso, Eduardo Barroso pediu às gerações mais jovens que “não reneguem o passado, nem quem lhes antecedeu”, estando mesmo gratas a “quem lhes abriu o caminho”.

Fonte: Lusa

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS