ANTIBIÓTICO

FDA adverte para risco de ruturas da aorta devido às fluoroquinolonas

Uma revisão da entidade que regula os medicamentos nos Estados Unidos, FDA, concluiu que os antibióticos fluoroquinolonas podem aumentar a ocorrência de eventos raros, porém graves, de ruturas ou lacerações na aorta.

FDA adverte para risco de ruturas da aorta devido às fluoroquinolonas

Essas lacerações e as chamadas dissecções aórticas, ou as ruturas de um aneurisma da aorta podem levar a sangramento perigoso ou até a morte. Podem ocorrer devido ao uso sistémico de fluoroquinolona administrado por via oral ou por injeção.

“As pessoas sob risco aumentado incluem aqueles com uma história de bloqueios ou aneurismas da aorta ou outros vasos sanguíneos, hipertensão arterial, certos distúrbios genéticos que envolvem alterações dos vasos sanguíneos e os idosos”, segundo o relatório da FDA.

Com este novo aviso da FDA sobre o risco aumentado de rutura da aorta, deve-se ter cuidado com aqueles pacientes em risco. A triagem por um cardiologista antes de iniciar a toma desses antibióticos é a melhor prevenção. Exames de ultrassonografia são rápidos e facilmente obtidos, e podem ajudar a orientar um tratamento.

As fluoroquinolonas são divididas em dois grupos, considerando-se o espectro antimicrobiano e a sua farmacologia: grupo mais antigo: ciprofloxacina, norfloxacina e ofloxacina; grupo mais novo: gemifloxacina, levofloxacina e moxifloxacina.

Fonte: Boa Saúde

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS