PEDIATRIA

Pediatras podem ajudar a identificar mães com depressão pós-parto

Os médicos pediatras devem avaliar as novas mães para situações de depressão pós-parto (DPP) em consultas de acompanhamento dos bebés, e fazer uso dos recursos da comunidade para tratamento e encaminhamento, de acordo com uma declaração de política e relatório técnico publicado na revista Pediatrics.

Pediatras podem ajudar a identificar mães com depressão pós-parto

Autores norte-americanos discutem oportunidades para médicos pediatras de cuidados primários na identificação da DPP. Os autores observam que a triagem provou ser bem-sucedida em várias iniciativas e locais e pode ser implementada no fluxo de trabalho do escritório.

A triagem de rotina deve ser integrada às visitas de crianças em idade de 1, 2, 4 e 6 meses, e os recursos da comunidade devem ser usados ​​para tratamento e encaminhamento de mães com depressão.

O apoio deve ser fornecido para o relacionamento materno-infantil, incluindo o apoio à amamentação. As partes interessadas devem trabalhar no sentido de aumentar a conscientização sobre a necessidade de triagem de depressão perinatal.

A depressão pós-parto pode ser uma forma de stress que pode afetar o desenvolvimento do cérebro da criança e causar problemas nas relações familiares, na amamentação e no tratamento médico da criança. Os pediatras estão numa posição privilegiada para ajudar a identificar os pais que precisam de um apoio extra.

Fonte: Boa Saúde

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS