ALERTAS

Bacon e presunto contêm químicos que podem provocar cancro

Um cientista alimentar de topo e um médico e porta-voz do Serviço Nacional de Saúde britânico (NHS) juntaram forças para alertar a opinião pública acerca dos riscos associados ao consumo de produtos de charcutaria, como o bacon.

Bacon e presunto contêm químicos que podem provocar cancro

Num comunicado conjunto endereçado ao governo britânico, os dois médicos alertaram que há, atualmente, “um consenso crescente entre os cientistas” de que os nitritos presentes nas carnes processadas resultam na produção de químicos letais responsáveis pelo aparecimento de cancro no intestino.

Já em 2015, um relatório divulgado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) classificava as carnes processadas como um carcinogénico de grupo um, que poderá estar a causar, por ano, 34 mil casos adicionais de mortes relativas a doenças cancerígenas em todo o mundo.

Uma nova análise sugere que tal poderá equivaler, em média, ao surgimento anual de seis mil casos de cancro no intestino nos países desenvolvidos.

“Há um consenso na opinião científica de que os nitritos presentes nos produtos de charcutaria resultam na produção de nitrosaminas cancerígenas, o que, por sua vez, aumenta o risco de aparecimento de cancro nos indivíduos que ingerem regularmente bacon e fiambre”, disseram.

“Por estes motivos, estamos preocupados que não esteja a ser feito o suficiente para aumentar a consciencialização sobre os nitritos nas carnes processadas e os riscos que estes representam, registando-se um contraste notório relativamente à sensibilização do público para os perigos do açúcar e dos alimentos gordurosos e a sua associação ao cancro”, alertaram os cientistas.

Fonte: Notícias ao Minuto

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS