PARKINSON

Compostos do café podem combater doença de Parkinson

Cientistas da Universidade Rutgers, nos Estados Unidos, descobriram um composto no café que pode se juntar à cafeína para combater a doença de Parkinson e a demência do corpo de Lewy - duas doenças progressivas e atualmente incuráveis ​​associadas à degeneração cerebral.

Compostos do café podem combater doença de Parkinson

A descoberta, publicada recentemente no Proceedings of National Academy of Sciences, sugere que esses dois compostos combinados podem tornar-se uma opção terapêutica para retardar a degeneração cerebral.

O estudo focou-se num derivado de ácido graxo do neurotransmissor serotonina, chamado EHT (Eicosanol-5-hidroxitriptamida). Os investigadores descobriram que o EHT protege os cérebros dos ratos contra a acumulação anormal de proteínas associado à doença de Parkinson e à demência do corpo de Lewy.

O estudo verificou que cada composto sozinho não foi eficaz, mas quando administrados em conjunto aumentaram a atividade de um catalisador que ajuda a prevenir a acumulação de proteínas prejudiciais no cérebro, o que sugere que a combinação de EHT e cafeína pode retardar ou interromper a progressão dessas doenças.

Os tratamentos atuais abordam apenas os sintomas da doença de Parkinson, mas não protegem contra a degeneração cerebral.

Fonte: Eurekalert

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS