CLIMA

Saúde mental pode ser prejudicada por mudanças climáticas

Cientistas identificaram, pela primeira vez, uma associação entre as temperaturas médias anuais máximas aumentadas pela mudança climática e os suicídios de homens e mulheres entre estados e territórios, segundo um artigo publicado pelo The Medical Journal of Australia.

Saúde mental pode ser prejudicada por mudanças climáticas

Outro artigo, publicado na revista The Lancet, descobriu que mais de 157 milhões de pessoas foram expostas a eventos de ondas de calor em 2017, em comparação com 2000.

Em média, os afetados foram atingidos por mais 1,4 dias de ondas de calor anualmente.

A publicação observou que, mesmo pequenas mudanças na temperatura e na precipitação resultam em grandes mudanças na adequação de doenças transmitidas por vetores, como a dengue e a cólera.

Fonte: The Sidney Morning Herald

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS