CALORIAS

Queima de calorias em repouso pode variar de acordo com a hora do dia

Embora o organismo queime calorias nos períodos de descanso, a quantidade consumida e a fonte de energia queimada não são as mesmas em todos os momentos do dia.

Queima de calorias em repouso pode variar de acordo com a hora do dia

Dormir à tarde ou à noite queima 129 calorias a mais que durante o descanso matutino. Além disso, os hidratos de carbono são priorizados pelo organismo de manhã, enquanto a queima de gordura acontece mais durante a noite.

Um estudo realizado pela Escola de Medicina de Harvard, nos Estados unidos, constatou que o horário em que as pessoas comem e dormem pode ser tão importante quanto o tipo de alimentação consumida para manter uma boa saúde.

Os pesquisadores tinham evidências anteriores conflituantes sobre a regulação do processo de queima de calorias em repouso e as conclusões do estudo mostraram que isso ocorre de maneira oscilante num ritmo diário (ou circadiano), e não a uma taxa razoavelmente constante, como supunham algumas linhas de pesquisa.

Para o estudo, sete pessoas foram mantidas em quartos sem janelas por três semanas, sem nenhuma indicação sobre qual era a hora do dia. A cada noite, os sete participantes foram para a cama quatro horas mais tarde do que na noite anterior.

Segundo o site ScienceNews, isso é o equivalente a viajar pelo mundo e cruzar todos os fusos horários numa semana. A mudança de horário permitiu que os pesquisadores estudassem os ritmos naturais do corpo de cada indivíduo sem influências externas.

A oscilação entre um ritmo alto e baixo de queima de calorias varia de pessoa para pessoa. O pico atingido nos testes foi por volta das 17h00, com algumas pessoas a registar a maior alta às 14h00 e outras depois das 20h00.

O período que registou menor atividade metabólica foi por volta das 5h00 da manhã, variando das 2h00 às 8h00. Segundo os cientistas, a variação é esperada, já que existem pessoas que “funcionam” mais pela manhã, e outras que são mais noturnas.

Independente da hora em que o metabolismo atue mais em repouso, manter uma regularidade é fundamental para a queima adequada de calorias. Cronogramas irregulares interrompem os ritmos circadianos, que, por sua vez, podem desestabilizar o metabolismo e levar as pessoas a queimarem menos calorias.

Não importa tanto o horário exato em que o indivíduo acorda, uma vez que cada organismo tem o seu ritmo. Mas fazer as atividades do dia de forma regular é o que vai garantir o sucesso da dieta, disseram os autores.

Fonte: Exame

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS