AMAMENTAÇÃO

Amamentação associada a menor risco de hipertensão materna

Uma nova revisão sistemática não só confirmou que a amamentação, por um período tão curto quanto entre um a quatro meses, pode ter um efeito protetor contra a hipertensão em mulheres, mas também que a lactação pode proteger as mulheres durante um longo período.

Amamentação associada a menor risco de hipertensão materna

Entre os 15 estudos revistos ​​que tiveram seguimento a longo prazo, 67 por cento dos que avaliaram a pressão arterial elevada e 100 por cento dos que avaliaram um desfecho de hipertensão mostraram uma associação protetora associada à lactação, conforme relatado num artigo publicado na revista Breastfeeding Medicine.

O estudo foi realizado em parceria pelas universidades da Califórnia e de Pittsburgh, ambas nos Estados Unidos.

Os investigadores descobriram que, em comparação com os estudos com acompanhamento de curto prazo, aqueles que incluíram períodos mais longos de acompanhamento apresentaram uma maior probabilidade de mostrar uma associação positiva a amamentação e menor risco de hipertensão.

Fonte: Eurekalert

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS