EXERCÍCIO

Falta de exercício aumenta risco de homens desenvolverem Parkinson

Homens que não praticam atividade física têm um maior risco de desenvolver a doença de Parkinson, de acordo com uma nova investigação.

Falta de exercício aumenta risco de homens desenvolverem Parkinson

O estudo revelou ainda que sessões de exercício moderado podem ser suficientes para neutralizar esse efeito. A investigação foi publicada na revista JAMA.

Os dados recolhidos de estudos já publicados sobre o tema revelaram que os participantes que se exercitavam com frequência tinham um risco 29 por cento menor de desenvolver a doença de Parkinson, em comparação com aqueles que faziam qualquer atividade física moderada a vigorosa. Por outro lado, a atividade física leve não estava ligada ao risco de Parkinson.

Este risco foi observado em homens, mas o mesmo não se verificou nas participantes do sexo feminino.

Fonte: Parkinson’s News Today

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS