PREVENÇÃO

Grãos integrais são importantes na prevenção da diabetes tipo 2

Não importa se é centeio, aveia ou trigo, desde que o grão seja integral, pode prevenir a diabetes tipo 2. Esta é a descoberta de um novo estudo realizado por cientistas da Universidade de Tecnologia da Suécia.

Grãos integrais são importantes na prevenção da diabetes tipo 2

Trata-se de um estudo abrangente que confirma os resultados de investigações anteriores sobre a importância dos grãos integrais para a prevenção da diabetes tipo 2.

A importância de usar cereais integrais para a prevenção da diabetes tipo 2 é conhecida há muito tempo. Mas o papel de diferentes fontes de grãos integrais não foi investigado. Também não está claro quanto de cada alimento integral é necessário para reduzir o risco de desenvolver diabetes.

"A maioria dos estudos semelhantes aos nossos já foi realizada nos Estados Unidos, onde as pessoas usam principalmente o trigo integral. Queríamos ver se havia uma diferença entre os diferentes cereais. Podia-se esperar que houvesse, visto que contêm diferentes tipos de fibras alimentares e substâncias bioativas, que demonstraram influenciar os fatores de risco para a diabetes tipo 2”, disseram os cientistas.

O estudo foi realizado na Dinamarca, onde há uma grande variedade na ingestão de alimentos integrais.

A investigação mostrou que os benefícios protetores contra a diabetes se mantiveram, independentemente do tipo de produto ou cereal integral que os participantes comiam – pão e aveia, por exemplo, parecem oferecer a mesma proteção contra a diabetes tipo 2.

O que é mais importante é o quanto cada um ingere todos os dias desses alimentos. Os participantes foram divididos em quatro grupos diferentes, com base na quantidade de alimento integrais que ingeriam. Aqueles com o maior consumo ingeriam pelo menos 50 gramas de grãos integrais por dia.

A proporção de indivíduos que desenvolveu diabetes tipo 2 foi menor no grupo que relatou o maior consumo de alimentos integrais e aumentou para cada grupo que havia ingerido menos alimentos integrais.

No grupo com o maior consumo de alimentos integrais, o risco de diabetes foi 34 por cento menor para os homens e 22 por cento menor para as mulheres, do que no grupo com a menor ingestão de alimentos integrais. Os cientistas analisaram mais de 55 mil pessoas durante 15 anos.

"Os nossos resultados estão de acordo com o aconselhamento dietético, que recomenda a troca de alimentos que contêm farinha branca por cereais integrais. Desta forma, obtém-se benefícios adicionais à saúde”, concluíram os especialistas.

Fonte: Eurekalert

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS