CAPILAR

Alimentação vegan pode prejudicar saúde capilar

As pessoas que passam a consumir uma alimentação vegan, livre de produtos de origem animal, podem registar défice de proteína ou outros nutrientes que afetam a saúde capilar e não só.

Alimentação vegan pode prejudicar saúde capilar

O especialista em cabelos Edward James explicou à publicação Women’s Health norte-americana que uma menor saúde do cabelo é um dos aspetos que frequentemente verifica a quem mudou para uma alimentação vegan.

"Este é um aspeto a que muitos não dão grande importância ou pelo menos não fazem uma associação direta àquilo que comem", disse o especialista.

É da carência de proteína animal, bem como produtos lácteos, que resulta o cabelo mais fraco, menos denso e com aspeto pouco saudável.

Para contornar o problema, o especialista aconselha que se procurem fontes de proteína alternativa (já que, como reflete o seu corpo, a sua alimentação não está completa e não responde a todas as necessidades do organismo).

Adicionalmente, e para resolver um problema já existente, deve-se apostar em produtos indicados para cabelos sensíveis, que melhorem a elasticidade e protejam as cutículas do cabelo.

Se se sentir completamente perdido neste campo, é possível que o seu cabeleireiro o possa ajudar, contudo, se segue uma alimentação vegan por questões éticas, provavelmente irá preferir produtos para o cabelo que sejam igualmente vegan, o que em parte pode condicionar a sua procura.

Ainda assim, com os conselhos gerais certos e a cada vez maior oferta de produtos feitos com ingredientes vegan, certamente será possível encontrar um produto para melhorar a saúde do seu cabelo.


OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS