DPOC

Respira lança livro para assinalar 10 anos de existência

No próximo dia 29 de novembro, pelas 17h30, o auditório da sede da Sociedade Portuguesa de Pneumologia (SPP) será o palco da apresentação de um livro que a Respira – Associação Portuguesa de Pessoas com DPOC e outras Doenças Crónicas – acaba de lançar para assinalar o seu décimo aniversário.

Respira lança livro para assinalar 10 anos de existência

Contudo, "este livro não é só a comemoração de um aniversário, é essencialmente a homenagem de todos nós à Luísa", reforça a atual direção da associação, referindo-se a Luísa Soares Branco, "presidente da Respira desde a sua fundação até 2016".

Pequena na estatura física, enorme na dimensão humana, a fundadora e presidente da associação durante os seus primeiros nove anos de vida "empregou sempre o seu fôlego para que aos outros nunca faltasse o ar. Ainda que, por vezes, o sentisse fugir-lhe: vivendo com DPOC desde os 48 anos, esta mulher de causas jamais perdeu o ânimo e a ânsia de se bater pela igualdade de oportunidades, os direitos e a justiça de todos e para todos": é esta a descrição que a atual direção da Respira atribui a Luísa Soares Branco.

Para além da sentida homenagem à antiga presidente da associação, o livro editado com o apoio da Praxair é ainda constituído por capítulos que recordam como e com que missão nasceu a Respira, os principais marcos e conquistas desta primeira década de existência, as campanhas de sensibilização dirigidas à população e os desafios que o futuro trará.

Criada em fevereiro de 2007, a Respira foi a primeira associação a ocupar um espaço até então em aberto, uma vez que não existia, em Portugal, "qualquer outro organismo que defendesse os direitos, ouvisse as preocupações e desse voz aos anseios das pessoas que se debatem com doenças crónicas do foro respiratório", afirma a associação.

A aquisição de uma sede própria, a criação do website e da página de Facebook, a permanente ligação aos poderes públicos e articulação com o Ministério da Saúde, o estabelecimento de parcerias com outras associações congéneres e instituições representantes da comunidade científica e da indústria, a presença em iniciativas determinantes para o futuro da saúde respiratória em Portugal, a luta pela criação de uma rede nacional de espirometrias, as ações de sensibilização e esclarecimento dirigidas à comunidade são apenas alguns dos principais marcos referidos neste livro.

Fonte: press release

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS