DEPRESSÃO

Estrogénio pode reduzir risco de depressão em mulheres

Uma pesquisa publicada na revista Menopause concluiu que a exposição ao estrogénio a longo prazo pode reduzir o risco de depressão nas mulheres.

Estrogénio pode reduzir risco de depressão em mulheres

O estudo teve como objetivo descobrir como as hormonas poderiam estar ligadas à depressão, com especial foco no estradiol, a principal forma de estrogénio presente no organismo durante os anos reprodutivos de uma mulher.

O estradiol afeta os níveis de serotonina, um componente químico do cérebro que está envolvido na depressão. Segundo os cientistas, fatores que podem aumentar o tempo de exposição ao estradiol incluem uma idade mais jovem quando da primeira menstruação e quantos ciclos menstruais a mulher tem ao longo da vida.
Durante o estudo, foram avaliadas mais de 1 300 mulheres, tendo sido observado que a exposição ao estradiol por um período mais longo, desde o início da ocorrência da menstruação até ao início da menopausa, foi significativamente associada a um risco reduzido de depressão durante a menopausa, e até dez anos depois.

Verificou-se também que o controlo da natalidade a longo prazo estava associado a um menor risco de depressão, mas que o número de gravidezes ou a amamentação não tiveram efeito.

Fonte: Boa Saúde

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS