IDOSO

Má saúde oral e escassez alimentar são os principais fatores da desnutrição

Investigadores da Universidade da Carolina do Norte, nos Estados Unidos, conduziram um estudo para determinar os fatores de risco associados à desnutrição entre idosos que recebem cuidados nas urgências.

Má saúde oral e escassez alimentar são os principais fatores da desnutrição

O estudo, publicado no Journal of American Geriatrics Society, sugere que a escassez de alimentos e a má saúde oral são os principais fatores de risco de desnutrição que levam um adulto mais velho, com elevado risco de declínio funcional, diminuição da qualidade de vida e aumento da mortalidade, a recorrer às urgências.

A pesquisa incluiu 252 pacientes, com idades a partir dos 65 anos, que procuraram tratamentos nas urgências dos hospitais da Carolina do Norte, Michigan e New Jersey. Os participantes foram selecionados para a desnutrição e, em seguida, questionados sobre a presença de fatores de risco.

A prevalência global da desnutrição na amostra do estudo foi de 12 por cento; dos fatores de risco estudados, constatou-se que a má saúde oral é a que tem o maior impacto na desnutrição.

A insegurança alimentar também esteve fortemente associada à desnutrição. Outros fatores associados à desnutrição que podem contribuir para o problema incluem o isolamento social, a depressão, os efeitos secundários da medicação e a mobilidade limitada.

Fonte: Eurekalert

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS