BIOMEDICINA

Cientistas descobrem conexão molecular estimuladora de cancro

Biólogos da Universidade do Texas, nos Estados Unidos, descobriram duas enzimas que funcionam em conjunto para estimular o crescimento tumoral. As duas enzimas são denominadas de NQO1 e HIF-1a.

Cientistas descobrem conexão molecular estimuladora de cancro

Em condições normais, a NQO1 ajuda a proteger o corpo contra os danos causados pelo cancro de radicais livres e de toxinas ambientais; já a HIF-1a ajuda à sobrevivência celular quando os níveis de oxigénio no corpo são temporariamente baixos, uma condição conhecida como hipóxia.

No entanto, em alguns tipos de tumores de cancro, ambas as enzimas encontram-se em níveis muito elevados.

O grupo de pesquisa conduziu uma série de experiências para determinar qual das várias proteínas interage com HIF-1a. Inesperadamente, descobriram que a NQO1 se liga à HIF-1a para formar um complexo.

Os resultados mostraram que, ao ligar a HIF-1a às células cancerígenas, a NQO1 regula a proteína parceira estabilizando-a e evitando que esta seja degradada; este processo de "entre-ajuda" irá depois aumentar o crescimento tumoral.

Estas conclusões, publicadas na Nature Communications, foram tiradas depois de experiências que utilizaram roedores como cobaias.

Atualmente a equipa está a investigar o papel da HIF-1a em certos tipos de cancro do pulmão e a identificar moléculas que possam direcionar e bloquear a enzima em células cancerígenas.


OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS