DISFUNÇÃO-SEXUAL

Suplementos naturais podem não ser eficazes contra disfunção erétil

Um estudo de revisão científica do Centro Médico Wake Forest Baptist, nos Estados Unidos, concluiu que não existe evidência científica que comprove que determinados suplementos naturais podem combater a disfunção erétil.

Suplementos naturais podem não ser eficazes contra disfunção erétil

A pesquisa, publicada no Journal of Sexual Medicine, mostrou também que muitos suplementos comercializados como sendo naturais, apresentam inibidores de fosfodiesterases, um composto presente no Viagra.

Num dos estudos, os cientistas registaram a presença daquela substância em 81 por cento das amostras de suplementos vendidos sem receita nos Estados Unidos e na Ásia, o que pode representar um risco para doentes cardíacos.

Os pesquisadores concluíram também que faltam evidências científicas que comprovem a eficácia dos suplementos ditos naturais contra a disfunção erétil e alertam para o facto de os suplementos não serem classificados como medicamentos, o que reduz a capacidade de controlo sobre os mesmos.

Entre os compostos avaliados pelo estudo então o ginkgo biloba, feno grego, ginseng, L-arginina, zinco, entre outros, presentes em vários tipos de suplementos.

Fonte: UOL

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS