Folheto Informativo - Informação para o utilizador
SYMTUZA
Darunavir + Cobicistate + Emtricitabina + Tenofovir alafenamida
SYMTUZA

▼ Este medicamento está sujeito a monitorização adicional. Isto irá permitir a rápida identificação de nova informação de segurança. Poderá ajudar, comunicando quaisquer efeitos secundários que tenha. Para saber como comunicar efeitos secundários, veja o final da secção 4.

Leia com atenção todo este folheto antes de começar a utilizar este medicamento, pois contém informação importante para si.

- Conserve este folheto. Pode ter necessidade de o ler novamente.

- Caso ainda tenha dúvidas, fale com o seu médico, farmacêutico ou enfermeiro.

- Este medicamento foi receitado apenas para si. Não deve dá-lo a outros. O medicamento pode ser-lhes prejudicial mesmo que apresentem os mesmos sinais de doença.

- Se tiver quaisquer efeitos secundários, incluindo possíveis efeitos secundários não indicados neste folheto, fale com o seu médico, farmacêutico ou enfermeiro. Ver secção 4.

1. O que é Symtuza e para que é utilizado



Symtuza é um medicamento antirretroviral utilizado no tratamento da infeção pelo vírus da imunodeficiência humana 1 (VIH-1).


Este é utilizado em adultos e adolescentes a partir dos 12 anos que pesem, pelo menos, 40 kg.


Symtuza contém quatro substâncias ativas:

• darunavir, um medicamento anti-VIH conhecido como inibidor da protease

• cobicistate, um potenciador do darunavir

• emtricitabina, um medicamento anti-VIH conhecido como inibidor nucleosídeo da transcriptase reversa

• tenofovir alafenamida, um medicamento anti-VIH conhecido como inibidor nucleotídeo da transcriptase reversa


Symtuza reduz a quantidade de VIH-1 presente no seu corpo, o que irá melhorar o seu sistema imunitário (as defesas naturais do seu organismo) e reduzir o risco de desenvolvimento de doenças associadas à infeção pelo VIH, mas Symtuza não é uma cura para a infeção pelo VIH.

2. O que precisa de saber antes de tomar Symtuza



Não tome Symtuza

- se tem alergia (hipersensibilidade) ao darunavir, ao cobicistate, à emtricitabina, ao tenofovir alafenamida, ou a qualquer outro componente de Symtuza (indicados na secção 6).

- se tem problemas de fígado graves. Pergunte ao seu médico se tem dúvidas quanto à gravidade do seu problema de fígado. Pode ser necessário fazer alguns testes adicionais.


Não combine Symtuza com qualquer um dos seguintes medicamentos

Se estiver a utilizar qualquer um destes medicamentos, consulte o seu médico sobre a possibilidade de mudar para outro medicamento.


Medicamento

Utilização do medicamento

Alfuzosina

para tratar o aumento de tamanho da próstata

Amiodarona, dronedarona, quinidina ou ranolazina

para tratar certas doenças do coração (ex. batimento cardíaco anormal)

Carbamazepina, fenobarbital e fenitoína

para evitar convulsões

Colquicina (se tem problemas de rins e/ou fígado)

para tratar a gota

O medicamento de associação lopinavir/ritonavir

medicamento anti-VIH

Rifampicina

para tratar algumas infeções como a tuberculose

Pimozida, lurasidona, quetiapina ou sertindol

para tratar perturbações psiquiátricas

Alcalóides da ergotamina, como ergotamina, dihidroergotamina, ergometrina e metilergonovina

para tratar a enxaqueca

Hipericão (Hypericum perforatum)

um produto à base de plantas para a depressão

Lovastatina ou sinvastatina

para baixar os níveis de colesterol

Triazolam ou midazolam (tomado pela boca)

para ajudar a dormir e/ou aliviar a ansiedade

Sildenafil

para tratar um distúrbio cardíaco e pulmonar chamado de hipertensão arterial pulmonar. Existem outros usos para sildenafil. Ver secção“Outros medicamentos e Symtuza.

Avanafil

para tratar a disfunção erétil

Ticagrelor

para ajudar a impedir a agregação das plaquetas no tratamento de doentes com história de ataque cardíaco


Advertências e precauções

Fale com o seu médico, farmacêutico ou enfermeiro antes de utilizar Symtuza.


Poderá continuar a transmitir o VIH enquanto toma este medicamento, apesar de se reduzir o risco com uma terapêutica antirretroviral eficaz. Converse com o seu médico sobre as precauções necessárias para evitar que infete outras pessoas.


As pessoas que tomam Symtuza podem continuar a desenvolver infeções ou outras doenças associadas à infeção por VIH. Deve manter um contacto regular com o seu médico.


As pessoas que tomam Symtuza podem desenvolver uma erupção na pele. Uma erupção na pele pode, de forma pouco frequente, tornar-se grave ou potencialmente colocar a vida em risco. Contacte o seu médico sempre que desenvolver uma erupção na pele.


Fale com o seu médico antes de tomar Symtuza. Informe imediatamente o seu médico se alguma destas situações se aplicar a si.

• se já teve problemas de fígado, incluindo infeção pelo vírus da hepatite B ou C. O seu médico poderá avaliar a gravidade da sua doença de fígado antes de decidir se pode tomar Symtuza.

• se tem uma infeção pelo vírus da hepatite B, os seus problemas de fígado podem piorar depois de parar de tomar Symtuza. É importante não parar de tomar Symtuza sem antes falar com o seu médico.


• se teve problemas de rins. O seu médico irá avaliar se Symtuza é o medicamento adequado para si.


• se tem diabetes. Symtuza pode aumentar os níveis de açúcar no sangue.


• se apresentar quaisquer sintomas de infeção (ex. inchaço dos gânglios linfáticos e febre). Alguns doentes com infeção avançada pelo VIH e antecedentes de infeções não usuais devido a um sistema imunitário enfraquecido (infeções oportunistas), podem desenvolver sinais e sintomas de inflamação resultantes de uma infeção anterior logo após iniciar um tratamento para o VIH. Pensa-se que estes sintomas são devidos a uma melhoria na resposta imunitária, que permite ao organismo combater as infeções que eventualmente estejam presentes sem sintomas visíveis.


• se apresentar sintomas como fraqueza muscular, fraqueza a começar nas mãos e nos pés e dirigindo-se em direção ao tronco, palpitações, tremores ou hiperatividade, informe imediatamente o seu médico. Para além das infeções oportunistas, as doenças autoimunes (uma condição que ocorre quando o sistema imunitário ataca tecidos corporais saudáveis) também podem ocorrer depois de começar a tomar os medicamentos para o tratamento da sua infeção pelo VIH, devido a uma melhoria na resposta imunitária do organismo. As doenças autoimunes podem ocorrer muitos meses após o início do tratamento.


• se tem hemofilia. Symtuza pode aumentar o risco de hemorragia.


• se é alérgico a sulfonamidas (ex. utilizadas para tratar certas infeções).


• se apresentar quaisquer problemas musculares ou ósseos. Alguns doentes que tomam medicamentos anti-VIH podem desenvolver uma doença de ossos chamada osteonecrose (morte do tecido ósseo causada por uma perda de fornecimento de sangue aos ossos). Isto pode ser mais provável com o tratamento de longa duração para o VIH, se tiver danos mais graves no sistema imunitário, tiver excesso de peso, beber álcool ou tomar medicamentos chamados corticosteroides. Os sinais da osteonecrose são rigidez nas articulações, dores (especialmente na anca, joelho e ombro) e dificuldade nos movimentos. Fale com o seu médico se apresentar quaisquer destes sintomas.


Idosos

Symtuza foi utilizado apenas num número limitado de doentes com idade igual ou superior a 65 anos. Se pertencer a este grupo etário, fale com o seu médico sobre a possibilidade de tomar Symtuza.


Crianças e adolescentes

Symtuza não deve ser utilizado em crianças abaixo dos 12 anos ou que pesem menos de 40 kg, uma vez que não foi estudado em crianças com menos de 12 anos.


Outros medicamentos e Symtuza

Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar, tiver tomado recentemente, ou se vier a tomar outros medicamentos.


Existem alguns medicamentos que não pode combinar com Symtuza. Estes são mencionados por baixo do título “Não combine Symtuza com qualquer um dos seguintes medicamentos.


Symtuza não pode ser utilizado com outro medicamento antirretroviral que contenha um potenciador ou com outro antirretroviral que requeira um potenciador. Em alguns casos, pode ser necessário alterar a dose de outros medicamentos. Por isso, informe sempre o seu médico se está a tomar outros medicamentos anti-VIH e siga cuidadosamente as suas instruções sobre quais os medicamentos que podem ser associados.


Também não deve tomar Symtuza com medicamentos que contenham tenofovir disoproxil (ex. na forma de fumarato, fosfato ou succinato), lamivudina ou adefovir dipivoxil, ou medicamentos que requeiram os potenciadores ritonavir ou cobicistate.


Os efeitos de Symtuza podem ser reduzidos se utilizar qualquer um dos seguintes produtos.


Informe o seu médico se está a tomar:

- Bosentano (para tratar a pressão arterial elevada na circulação pulmonar)

- Dexametasona (injetável) (corticosteroides)

- Boceprevir, telaprevir (para tratar a infeção pelo vírus da hepatite C)

- Rifapentina, rifabutina (para tratar as infeções bacterianas)

- Oxcarbazepina (para prevenir convulsões).


Os efeitos de outros medicamentos podem ser afetados se tomar Symtuza. Informe o seu médico se está a tomar:

- Amlodipina, diltiazem, disopiramida, felodipina, flecainida, mexiletina, nicardipina, nifedipina, propafenona, lidocaína, verapamilo (para doenças do coração), uma vez que o efeito terapêutico ou os efeitos secundários destes medicamentos podem ser aumentados.


- Bosentano (para tratar a pressão arterial elevada na circulação pulmonar).


- Apixabano, etexilato de dabigatrano, rivaroxabano (para reduzir a coagulação do sangue), uma vez que o seu efeito terapêutico ou os seus efeitos secundários podem ficar alterados.


- Contracetivos hormonais à base de estrogénio e terapêutica hormonal de substituição. Symtuza

pode reduzir a sua eficácia. Recomendam-se métodos contracetivos não hormonais, quando utilizados para controlo da natalidade.


- Budesonida, fluticasona (para controlar a asma). A sua utilização só pode ocorrer após avaliação médica e sob monitorização cuidadosa por parte do seu médico quanto aos efeitos secundários dos corticosteroides.


- Buprenorfina/naloxona, metadona (medicamentos para tratar a dependência de opiáceos).


- Salmeterol (medicamento para tratar a asma).


- Arteméter/lumefantrina (uma associação de medicamentos para tratar a malária).


- Dasatinib, nilotinib, vimblastina, vincristina (medicamentos para tratar o cancro).


- Prednisona (corticosteroide).


- Sildenafil, tadalafil, vardenafil (para a disfunção erétil ou para tratar uma doença do coração e pulmão, chamada hipertensão arterial pulmonar).


- Simeprevir, boceprevir, telaprevir (para tratar a infeção pelo vírus da hepatite C).


- Fentanilo, oxicodona, tramadol (para tratar a dor).


Pode ser necessário alterar a dose de outros medicamentos, uma vez que os efeitos terapêuticos ou os efeitos secundários destes medicamentos ou de Symtuza podem ser influenciados quando associados.


Informe o seu médico se está a tomar:

- Alfentanilo (analgésico injetável, forte e de curta-ação utilizado em procedimentos cirúrgicos)


- Carvedilol, metoprolol, timolol (para doenças do coração).


- Varfarina (para reduzir a coagulação do sangue), uma vez que o seu efeito terapêutico ou efeitos secundários podem estar alterados; o seu médico pode ter que analisar o seu sangue.


- Digoxina (para tratar certas doenças do coração).


- Claritromicina (antibiótico).


- Clotrimazol, fluconazol, isavuconazol, itraconazol, posaconazol (para tratar infeções fúngicas).

O voriconazol apenas pode ser tomado após avaliação médica.


- Atorvastatina, fluvastatina, pitavastatina, pravastatina, rosuvastatina (para baixar os níveis de colesterol). O risco de danos musculares pode estar aumentado. O seu médico irá avaliar qual é o regime para baixar os níveis de colesterol mais adequado para a sua situação específica.


- Rifabutina (contra infeções bacterianas).


- Tadalafil, sildenafil, vardenafil (para a disfunção erétil ou pressão arterial elevada na circulação pulmonar).


- Amitriptilina, desipramina, imipramina, nortriptilina, paroxetina, sertralina, trazodona (para tratar a depressão e ansiedade).


- Perfenazina, risperidona, tioridazina (medicamentos psiquiátricos).


- Ciclosporina, everolímus, tacrolímus, sirolímus (para suprimir o seu sistema imunitário), uma vez que o efeito terapêutico ou os efeitos secundários destes medicamentos podem ser aumentados. O seu médico pode pretender fazer alguns testes adicionais.


- Colquicina (antigota). Se tiver problemas de rins ou fígado veja a secção “Não combine Symtuza com qualquer um dos seguintes medicamentos.


- Buspirona, clorazepato, diazepam, estazolam, flurazepam, zolpidem, midazolam quando utilizados na forma de injeção (medicamentos para tratar problemas de sono ou ansiedade).


- Metformina (para tratar a diabetes tipo 2).


Esta não é uma lista completa de medicamentos. Informe o seu médico sobre todos os medicamentos que esteja a tomar.


Gravidez e amamentação

Se está grávida ou a amamentar, se pensa estar grávida ou planeia engravidar, consulte o seu médico antes de tomar este medicamento.


Recomenda-se que as mulheres infetadas pelo VIH não amamentem devido à possibilidade de o bebé ficar infetado pelo VIH através do leite materno e porque o medicamento pode afetar o bebé.


Condução de veículos e utilização de máquinas

Symtuza pode causar tonturas. Não conduza nem utilize máquinas se sentir tonturas após tomar Symtuza.

3. Como tomar Symtuza



Tome Symtuza exatamente como indicado pelo seu médico ou farmacêutico. Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas.


A dose recomendada para adultos e adolescentes a partir dos 12 anos que pesem, pelo menos, 40 kg é de um comprimido por dia, tomado com alimentos.


Tem de tomar Symtuza todos os dias e sempre com alimentos. Deve comer uma refeição completa ou ligeira no intervalo de 30 minutos antes de tomar Symtuza. O tipo de alimento não é importante.


• O comprimido não deve ser esmagado, devendo ser engolido inteiro. O comprimido pode ser tomado com uma bebida, como água, leite ou qualquer bebida nutricional. Tome Symtuza sensivelmente à mesma hora todos os dias.


Remover a tampa de abertura resistente a crianças



SYMTUZA



O frasco de plástico tem uma tampa de abertura resistente a crianças e deve ser aberto da seguinte forma:

• Pressione a tampa roscada de plástico para baixo rodando-a no sentido contrário ao dos ponteiros do relógio.

• Retire a tampa desenroscada.


Se tomar mais Symtuza do que deveria

Contacte imediatamente o seu médico ou os serviços de urgência do hospital mais próximo para aconselhamento. Leve consigo o frasco de comprimidos para que possa mostrar o que tomou.


Caso se tenha esquecido de tomar Symtuza

É importante que não se esqueça de tomar nenhuma dose de Symtuza.


Se se esquecer de tomar uma dose:

• Caso se lembre dentro de um período de 12 horas após a hora em que habitualmente toma Symtuza, deve tomar o comprimido imediatamente, com alimentos. Depois tome a dose seguinte à hora habitual.

• Caso se lembre após 12 horas ou mais depois da hora em que habitualmente toma Symtuza, não tome a dose que se esqueceu e tome as doses seguintes, com alimentos, à hora habitual. Não tome uma dose a dobrar para compensar a dose que se esqueceu de tomar.


Não pare de tomar Symtuza sem falar primeiro com o seu médico


Os medicamentos anti-VIH podem fazê-lo sentir-se melhor. Mesmo que se sinta melhor, não pare de tomar Symtuza. Fale primeiro com o seu médico.


Quando começar a ter pouca quantidade de Symtuza, obtenha mais junto do seu médico ou farmacêutico. Isto é muito importante porque a quantidade de vírus pode começar a aumentar se o medicamento for interrompido, mesmo por um curto período de tempo. A doença pode torna-se mais difícil de tratar.


Se tem infeção pelo VIH e hepatite B, é muito importante não parar de tomar Symtuza sem falar primeiro com seu médico. Pode precisar de fazer testes ao sangue durante vários meses depois de parar o tratamento com Symtuza. Em alguns doentes com doença de fígado avançada ou cirrose, a interrupção do tratamento pode agravar a hepatite, o que pode colocar a vida em risco.


Informe imediatamente o seu médico acerca de sintomas novos ou não usuais depois de parar o tratamento, especialmente sintomas que associe à infeção da hepatite B.


Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com o seu médico, farmacêutico ou enfermeiro.

4. Efeitos secundários possíveis



Como todos os medicamentos, este medicamento pode causar efeitos secundários, embora estes não se manifestem em todas as pessoas.


Informe o seu médico se desenvolver qualquer dos seguintes efeitos secundários.

Foram notificados problemas de fígado que podem ocasionalmente ser graves. O seu médico deverá pedir-lhe análises ao sangue antes de iniciar Symtuza. Se tiver infeção crónica por hepatite B ou C, o seu médico irá pedir-lhe análises ao sangue com mais frequência, visto que tem uma maior probabilidade de desenvolver problemas de fígado. Informe o seu médico acerca dos sinais e sintomas de problemas de fígado. Estes podem incluir coloração amarelada da pele ou da zona branca dos olhos, urina escurecida (da cor do chá), fezes de cor clara (evacuações), náuseas, vómitos, perda de apetite, ou dor, sensação dolorosa, ou dor e desconforto do lado direito por baixo das costelas.


A erupção na pele pode afetar mais de 1 em cada 10 doentes que recebem Symtuza. Embora a maioria das erupções na pele seja ligeira e desapareça após algum tempo à medida que o tratamento continua, ocasionalmente uma erupção na pele pode ser grave ou potencialmente colocar a vida em risco. É importante falar com o seu médico se desenvolver uma erupção na pele. O seu médico irá aconselhá-lo sobre como lidar com os seus sintomas ou se deve interromper o tratamento com Symtuza.


Outros efeitos secundários graves, observados até 1 em cada 10 doentes, foram diabetes, aumento dos níveis de gordura no sangue e sintomas de infeção. A inflamação do pâncreas (pancreatite) foi notificada em até 1 doente em 100.


Efeitos secundários muito frequentes (podem afetar mais de 1 em cada 10 pessoas)

• dor de cabeça

• diarreia, sensação de enjoo (náuseas)

• cansaço (fadiga)

• erupção na pele


Efeitos secundários frequentes (podem afetar até 1 em cada 10 pessoas)

• reações alérgicas tais como urticária, comichão, inchaço grave da pele e outros tecidos (mais frequentemente dos lábios ou dos olhos)

• diminuição do apetite (anorexia)

• sonhos anómalos

• vómitos, dor ou inchaço da barriga, indigestão, flatulência (libertação de gases)

• alteração nos resultados das análises ao sangue, tais como alguns testes ao pâncreas ou rins. O seu médico irá explicá-los.

• tonturas

• dor nas articulações

• dor muscular, cãibras musculares ou fraqueza

• fraqueza


Efeitos secundários pouco frequentes (podem afetar até 1 em cada 100 pessoas)

• sintomas de infeção ou doenças autoimunes (síndrome inflamatória de reconstituição da função imunitária)

• aumento do tamanho do peito

• osteonecrose (danos ósseos causados pela perda de fornecimento de sangue ao osso)

• contagem baixa de glóbulos vermelhos (anemia)


Efeitos secundários raros (podem afetar até 1 em cada 1.000 pessoas)

• uma reação chamada DRESS (erupção grave na pele, que pode ser acompanhada de febre, cansaço, inchaço da face ou gânglios linfáticos, aumento dos eosinófilos (um tipo de glóbulos brancos), efeitos no fígado, rins ou pulmão).


Alguns efeitos secundários são típicos de medicamentos anti-VIH similares a Symtuza. Estes são:

- aumento do açúcar no sangue e agravamento da diabetes

- dor, sensibilidade ou fraqueza muscular. Em casos raros, estas perturbações musculares foram graves.

- síndrome de reativação imunológica. Alguns doentes com infeção avançada pelo VIH (SIDA) e antecedentes de infeções oportunistas (infeções não usuais devido a um sistema imunitário enfraquecido), podem desenvolver sinais e sintomas de inflamação resultantes de infeções anteriores logo após iniciar um tratamento para o VIH, incluindo Symtuza. Para além das infeções oportunistas, também podem ocorrer doenças autoimunes (uma condição que ocorre quando o sistema imunitário ataca tecidos corporais saudáveis) após começar a tomar os medicamentos para o tratamento da sua infeção pelo VIH. As doenças autoimunes podem aparecer muitos meses após o início do tratamento.


Se apresentar algum destes sintomas fale com o seu médico.

Durante a terapêutica para o VIH pode haver um aumento de peso e dos níveis de lípidos e glucose no sangue. Isto está em parte associado a uma recuperação da saúde e do estilo de vida e, no caso dos lípidos no sangue, por vezes aos próprios medicamentos para o VIH. O seu médico irá realizar testes para avaliar estas alterações.


Comunicação de efeitos secundários

Se tiver quaisquer efeitos secundários, incluindo possíveis efeitos secundários não indicados neste folheto, fale com o seu médico, farmacêutico ou enfermeiro. Também poderá comunicar efeitos secundários diretamente através do sistema nacional de notificação mencionado no Apêndic e V. Ao comunicar efeitos secundários, estará a ajudar a fornecer mais informações sobre a segurança deste medicamento.

5. Como conservar Symtuza



Manter Symtuza fora da vista e do alcance das crianças.


Não utilize este medicamento após o prazo de validade impresso na embalagem exterior e no frasco após “VAL. O prazo de validade corresponde ao último dia do mês indicado.


Conservar na embalagem de origem para proteger da humidade. Manter o frasco bem fechado.


Não deite fora quaisquer medicamentos na canalização ou no lixo doméstico. Pergunte ao seu farmacêutico como deitar fora os medicamentos que já não utiliza. Estas medidas ajudarão a proteger o ambiente.

6. Conteúdo da embalagem e outras informações



Qual a composição de Symtuza

As substâncias ativas são o darunavir, o cobicistate, a emtricitabina e o tenofovir alafenamida.

Cada comprimido revestido por película contém 800 mg de darunavir (na forma de etanolato), 150 mg de cobicistate, 200 mg de emtricitabina e 10 mg de tenofovir alafenamida (na forma de fumarato).


Os outros componentes são


Núcleo do comprimido:

O núcleo do comprimido contém croscarmelose sódica, estearato de magnésio, celulose microcristalina e sílica coloidal anidra.


Revestimento por película:

O revestimento por película contém polietilenoglicol (macrogol), álcool polivinílico (parcialmente hidrolisado), talco, dióxido de titânio e óxido de ferro amarelo.


Qual o aspeto de Symtuza e conteúdo da embalagem

Comprimido revestido por película de cor amarela a amarela-acastanhada, em forma de cápsula, mencionando “8121 num dos lados e “JG no outro lado.


Symtuza apresenta-se em frascos de 30 comprimidos (com um exsicante de sílica gel que deve ser mantido dentro do frasco para ajudar a proteger os seus comprimidos). O exsicante de sílica gel está contido separadamente numa saqueta ou num cartucho e não deve ser engolido.


Titular da Autorização de Introdução no Mercado

Janssen-Cilag International NV, Turnhoutseweg 30, 2340 Beerse, Bélgica


Fabricante

Janssen-Cilag SpA, Via C. Janssen, Borgo San Michele, 04100 Latina, Itália


Para quaisquer informações sobre este medicamento, queira contactar o representante local do Titular da Autorização de Introdução no Mercado:


België/Belgique/Belgien

Janssen-Cilag NV

Antwerpseweg 15-17

B-2340 Beerse

Tel/Tél: +32 14 64 94 11


България

„Джонсън & Джонсън България ЕООД

ж.к. Младост 4

Бизнес Парк София, сграда 4

София 1766

Тел.: +359 2 489 94 00


Česká republika

Janssen-Cilag s.r.o.

Karla Engliše 3201/06

CZ-150 00 Praha 5 - Smíchov

Tel.: +420 227 012 227


Danmark

Janssen-Cilag A/S

Bregnerødvej 133

DK-3460 Birkerød

Tlf: +45 45 94 82 82


Deutschland

Janssen-Cilag GmbH

Johnson & Johnson Platz 1

D-41470 Neuss

Tel: +49 2137 955 955


Eesti

UAB "JOHNSON & JOHNSON" Eesti filiaal

Lõõtsa 2

EE-11415 Tallinn

Tel: +372 617 7410


Ελλάδα

Janssen-Cilag Φαρμακευτική Α.Ε.Β.Ε.

Λεωφόρος Ειρήνης 56

GR-151 21 Πεύκη, Αθήνα

Tηλ: +30 210 80 90 000


España

Janssen-Cilag, S.A.

Paseo de las Doce Estrellas, 5-7

E-28042 Madrid

Tel: +34 91 722 81 00


France

Janssen-Cilag

1, rue Camille Desmoulins, TSA 91003

F-92787 Issy Les Moulineaux, Cedex 9

Tél: 0 800 25 50 75 / +33 1 55 00 40 03


Hrvatska

Johnson & Johnson S.E. d.o.o.

Oreškovićeva 6h

10010 Zagreb

Tel: +385 1 6610 700


Ireland

Janssen-Cilag Ltd.

50-100 Holmers Farm Way

High Wycombe

Buckinghamshire HP12 4EG

United Kingdom

Tel: +44 1 494 567 444


Ísland

Janssen-Cilag AB

c/o Vistor hf.

Hörgatúni 2

IS-210 Garðabær

Sími: +354 535 7000


Italia

Janssen-Cilag SpA

Via M.Buonarroti, 23

I-20093 Cologno Monzese MI

Tel: +39 02 2510 1


Κύπρος

Βαρνάβας Χατζηπαναγής Λτδ

Λεωφόρος Γιάννου Κρανιδιώτη 226

Λατσιά

CY-2234 Λευκωσία

Τηλ: +357 22 207 700


Latvija

UAB "JOHNSON & JOHNSON" filiāle Latvijā

Mūkusalas iela 101

Rīga, LV-1004

Tel: +371 678 93561


Lietuva

UAB "JOHNSON & JOHNSON"

Geležinio Vilko g. 18A

LT-08104 Vilnius

Tel: +370 5 278 68 88


Luxembourg/Luxemburg

Janssen-Cilag NV

Antwerpseweg 15-17

B-2340 Beerse

Belgique/Belgien

Tél/Tel: +32 14 64 94 11


Magyarország

Janssen-Cilag Kft.

Nagyenyed u. 8-14

H-Budapest, 1123

Tel.: +36 1 884 2858


Malta

AM MANGION LTD.

Mangion Building, Triq Ġdida fi Triq Valletta

MT-Ħal-Luqa LQA 6000

Tel: +356 2397 6000


Nederland

Janssen-Cilag B.V.

Graaf Engelbertlaan 75

NL-4837 DS Breda

Tel: +31 76 711 1111


Norge

Janssen-Cilag AS

Postboks 144

NO-1325-Lysaker

Tlf: +47 24 12 65 00


Österreich

Janssen-Cilag Pharma GmbH

Vorgartenstraße 206B

A-1020 Wien

Tel: +43 1 610 300


Polska

Janssen-Cilag Polska Sp. z o.o.

ul. Iłżecka 24

PL-02-135 Warszawa

Tel.: +48 22 237 60 00


Portugal

Janssen-Cilag Farmacêutica, Lda.

Estrada Consiglieri Pedroso, 69 A

Queluz de Baixo

PT-2734-503 Barcarena

Tel: +351 21 43 68 835


România

Johnson & Johnson România SRL

Str. Tipografilor nr. 11-15

Clădirea S-Park, Corp B3-B4, Etaj 3

013714 Bucureşti, ROMÂNIA

Tel: +40 21 207 1800


Slovenija

Johnson & Johnson d.o.o.

Šmartinska cesta 53

SI-1000 Ljubljana

Tel: +386 1 401 18 30


Slovenská republika

Johnson & Johnson, s.r.o.

CBC III, Karadžičova 12

SK-821 08 Bratislava

Tel: +421 232 408 400


Suomi/Finland

Janssen-Cilag Oy

Vaisalantie/Vaisalavägen 2

FI-02130 Espoo/Esbo

Puh/Tel: +358 207 531 300


Sverige

Janssen-Cilag AB

Box 4042

SE-16904 Solna

Tel: +46 8 626 50 00


United Kingdom

Janssen-Cilag Ltd.

50-100 Holmers Farm Way

High Wycombe

Buckinghamshire HP12 4EG - UK

Tel: +44 1 494 567 444


Informação pormenorizada sobre este medicamento está disponível na Internet no site da Agência Europeia de Medicamentos: http://www.ema.europa.eu/.

Copyright 2020 Tupam Editores SA ## 146