Folheto Informativo - Informação para o utilizador
CAVINTON®
Vinpocetina
CAVINTON®

Leia atentamente este folheto antes de tomar o medicamento.

- Conserve este folheto. Pode ter necessidade de o reler.

- Caso ainda tenha dúvidas, fale com o seu médico ou farmacêutico.

- Este medicamento foi receitado para si. Não deve dá-lo a outros; o medicamento pode ser-lhes prejudicial mesmo que apresentem os mesmos sintomas.

- Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos secundários não mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

1. O que é CAVINTON e para que é utilizado?



Grupo farmacoterapêutico: 2.13.1 Sistema Nervoso Central. Medicamentos utilizados no tratamento sintomático das alterações das funções cognitivas. Código ATC: N06BX18 – Psicoanalépticos. Outros psicoestimulantes e nootrópicos. Vinpocetina


A Vinpocetina é quimicamente um éster etílico do ácido apovincamínico. A sua acção terapêutica exerce-se, de um modo geral, como reguladora da circulação cerebral e periférica, especialmente indicada nas disfunções cérebro-vasculares.


Indicações terapêuticas

O seu médico receitou-lhe os comprimidos de CAVINTON porque você sofre de uma doença provocada por alterações resultantes da progressiva disfunção cérebro-vascular (na maior parte das vezes atribuível à idade e à aterosclerose).

Estas alterações podem ser psíquicas, neurológicas, angiográficas ou electroencefalográficas.

A vinpocetina é um activador do metabolismo cerebral. Em Oftalmologia o recurso à utilização do CAVINTON deve-se a alterações vasculares degenerativas do fundo do olho ou a glaucoma secundário.

Em Otorrinolaringologia o recurso à utilização do CAVINTON deve-se a alterações da audição de origem vascular ou à existência de vertigens de origem

vestibular.


No caso de ter qualquer dúvida converse e esclareça-a com o seu médico.

2. Antes de tomar CAVINTON



Não tome CAVINTON

• Se tomou medicamentos contendo vinpocetina anteriormente e surgiram sinais e sintomas de reacção alérgica (ex. comichão, vermelhidão, etc).


• Se é reconhecidamente alérgico a qualquer dos outros produtos que fazem parte da constituição de CAVINTON (ver 1. O que é CAVINTON e para que é utilizado)


• Se está grávida. CAVINTON não deve ser tomado por grávidas.


• Se está a amamentar um bebé. CAVINTON não deve ser tomado por mulheres em período de amamentação.


Tome especial cuidado com CAVINTON

Quando tenha lesões inflamatórias oculares deve utilizar CAVINTON com precaução e sob controlo médico.


Tomar CAVINTON com outros medicamentos

Embora até à data não se tenham registado interacções entre CAVINTON e outros medicamentos, deve indicar todos os medicamentos que está a tomar habitualmente, mesmo que não tenham sido prescritos pelo seu médico assistente.


Antes de um médico, ou farmacêutico, lhe dar qualquer outro medicamento, certifique-se que eles estão informados de que está a tomar CAVINTON, há quanto tempo e para tratar que doença.


Condução de veículos e utilização de máquinas

O tratamento com CAVINTON não é susceptível de produzir alterações neurosensoriais de modo a interferir com a capacidade de conduzir veículos, bem como utilizar máquinas. Contudo deverá discutir este assunto com o seu médico assistente, caso o entenda.

3. Como tomar CAVINTON



Acima de tudo siga as instruções do seu médico assistente enquanto estiver a tomar o seu medicamento. Será o seu médico quem decidirá quantas vezes por dia deve tomar CAVINTON.


A dose habitual, exceptuando indicações médicas em contrário, varia entre valores de 15 a 30 mg por dia e repartidos em três tomas diárias de 1 a 2 comprimidos de 5 mg. Deverá prosseguir o tratamento regularmente durante o tempo que o seu médico indicar. Contudo o seu médico assistente pode indicar-lhe outro modo de tomar CAVINTON.


DEVE COMPLETAR O TRATAMENTO tomando o número de comprimidos por dia, durante o tempo que o seu médico lhe indicou.

Os comprimidos de CAVINTON devem ser engolidos, com o auxílio de um líquido e de preferência no momento das três principais refeições. Para se lembrar mais facilmente, tome CAVINTON sempre às mesmas refeições, todos os dias.


Se tomar mais CAVINTON do que deveria

No caso de tomar uma dose excessiva (muitos comprimidos), deve contactar de imediato o seu médico assistente, para que ele o(a) observe e lhe dê o tratamento necessário. Na impossibilidade de contacto deve dirigir-se a um centro de urgências e deverá falar com o médico presente sobre o assunto para que este, caso necessário, lhe institua um tratamento sintomático.

Se tomar uma grande quantidade de comprimidos poderão surgir alguns sintomas como sinais de intolerância ao CAVINTON.


Caso se tenha esquecido de tomar CAVINTON

Deverá tentar tomar CAVINTON conforme o indicado pelo seu médico. Os medicamentos resultam mais eficazes no tratamento das doenças se estiverem presentes em quantidades, mais ou menos constantes, no organismo. Para possibilitar estas doses constantes tente não se esquecer de tomar a sua dose diária.

Se falhar uma dose tome-a na vez da dose imediatamente a seguir, regularizando assim as tomas do seu medicamento. Não deve tomar duas doses

ao mesmo tempo.


NÃO UTILIZE UMA QUANTIDADE DE COMPRIMIDOS (DOSE) SUPERIOR À RECOMENDADA PELO SEU MÉDICO ASSISTENTE. Não será por isso que obterá mais e melhor efeito curativo do medicamento.

4. Efeitos secundários possíveis



Como os demais medicamentos, CAVINTON pode causar efeitos secundários, no entanto estes não se manifestam em todas as pessoas.

A maioria dos doentes que tomam CAVINTON não sente quaisquer efeitos colaterais, pois a vinpocetina é geralmente bem tolerada.


Muitos raros (<1/ 10.000), desconhecido (não pode ser calculado a partir dos dados disponíveis)

Cardiopatias: hipotensão transitória, alteração do ritmo cardíaco (taquicardias), extra-sístoles

Doenças do sistema imunitário: reacções de hipersensibilidade


Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos secundários não mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

5. Como conservar CAVINTON



CAVINTON deve ser guardado a uma temperatura inferior a 25ºC e mantendo a embalagem fechada e protegida da luz


Manter fora do alcance e da vista das crianças.


Não utilize CAVINTON após o prazo de validade impresso na embalagem exterior, a seguir a “VAl.:. O prazo de validade corresponde ao último dia do mês indicado.


Não utilize CAVINTON se verificar sinais visíveis de deterioração.


Os medicamentos não devem ser eliminados na canalização ou no lixo doméstico. Pergunte ao seu farmacêutico como eleiminar os medicamentos de que já não necessita. Estas medidas irão ajudar a proteger o ambiente.

6. Outras informções



Qual a composição de CAVINTON

- A substância activa é a vinpocetina;

- Os outros componentes são: Lactose monohidratada, Amido de milho, Estearato de Magnésio, Talco e Sílica anidra coloidal.

CAVINTON não contém conservantes.


Qual o aspecto de CAVINTON e conteúdo da embalagem

CAVINTON encontra-se acondicionado em embalagens de “blisteres de PVC /alumínio.

Cada embalagem contém respectivamente 20, 50 e 60 comprimidos, de cor branca, forma circular, com as faces lisas, e uma inscrição “CAVINTON numa delas.


É possível que não estejam comercializadas todas as apresentações.


Titular da Autorização de Introdução no Mercado

Alfa Wassermann – Produtos Farmacêuticos, Lda.

Av. José Malhoa, Edifício Malhoa Plaza

nº 2 piso – escritório 2.2

1070 – 325 Lisboa

Tel.: 00351 21 722 61 10

Fax: 00351 21 722 61 19


Fabricante

Gedeon Richter

Budapest X,Gyomroi ÚT 19-21.

BUDAPEST, 10 P.O.B. 27.h-1475

Hungria